Aqui você encontra as notícias do mundo do voo livre, mas precisamente do mundo da ASA DELTA no Rio, no Brasil e no mundo.

Se desejar falar com Paulo JPX ligue Para 21 96461-0779 Nextel ou 99850-2710 Vivo ou Email

News

A JPVOO vai te Fotografar

A JPVOO vai te pegar nos pontos mais bonitos do Rio de Janeiro e te fotografar em 3D e postar sua foto aqui, na seção VOCÊ NO RIO e voce ainda vai poder ganhar um voo duplo de instrução totalmente grátis.

Nova Maneira de Aprender

Paulo JPX e Moikano estão ensinando o voo livre de asa delta de maneira pioneira no Brasil, o método antigo em que o aluno tinha que levar a asa delta nas costas morro acima, para depois decolar foi substituído por uma scuter, que com algumas transformações, consegue colocar o aluno a 10 metros do chão para o mesmo realizar o voo e o pouso. Este método diminui consideravelmente o tempo de curso e permite que pessoas de mais idade possam aprender a voar de asa delta, pois o esforço físico diminui.

Assista o vídeo abaixo e confira:
Novo método de ensino

Campeonato Brasileiro de Asa Delta

Começou no Domingo 21 de agosto de 2011 com André Wolf vencendo a primeira prova, o melhor carioca classificado foi Marcelo Moikano, eu e o piloto Gilson Carvalho decidimos não participar da etapa de Brasilia devido a problemas particulares, hoje segunda feira a segunda prova da etapa foi cancelada devido ao vento forte, rajadas de até 60 km/hora.  A medida que as provas forem acontecendo a JPVOO vai informando a classificação da segunda etapa do campeonato Brasileiro de ASA DELTA.

Paulo JPX voando em Brasilia

Cheguei a Brasilia  ontem, porém não consegui voar pois o cabo da minha asa delta apresentou defeito, são 19 fios e um estava rompido, como primo pela segurança não voei. Hoje com o cabo trocado, fiz um voo de 1 hora e 15 minutos, pousando perto da cachoeira de Itiquira, amanha é sábado e tem mais voo livre, no Domingo vamos tentar fazer um voo em direção a Jaragua e na segunda feira vamos decolar de lá e vamos voando assim até chegar ao Mato Grosso. Quem quiser voar comigo terá que esperar até dia 20 quando estarei de volta ao Rio de Janeiro para realização de voos duplos, por enquanto é voo solo, cross country na veia.

postado por Paulo JPX  12/08/2011

Nas mãos dos revendedores (dealer)

O voo livre sobrevive porque o esporte é muito, mas muito maneiro, diria que é uma filosofia de vida, uma válvula de escape, um repositório de energia, é algo que só quem voa sabe, e que faz de seus praticantes, pessoas com apenas um assunto, o voo livre.

A estrutura que envolve o esporte faz de tudo para acabar com o mesmo, já falei em artigos anteriores, sobre a falta de patrocínio, campeonatos super mal organizados entre outras coisas. Hoje vou falar de uma estrutura falida, em qualquer tipo de negócio, a estrutura de monopólio, o Brasil detém 70% do mercado mundial de asa delta e as fabricas de asa Moyes e Wills wing, deram a representação para o senhor Nixon que simplesmente não dá nenhum suporte para quem compra asas através de sua representação.  Depois de 15 anos resolvi comprar uma asa delta da marca Lite Speed RS que é da fabrica da Moyes, cujo representante é o senhor Nixon,  a asa é excelente, estou muito feliz com a mesma, eu a comprei de um amigo, com pouquíssimo uso, porém a mesma apresentou um cabo lateral puído, e como não dou margem para o azar, desde então não voo mais com minha asa e a partir de então começou minha saga para comprar um simples cabo.

Primeiro ligo para o senhor Nixon e pergunto o preço do cabo, o mesmo me pergunta por que eu queria o cabo, deveria ser para alguma estatística, não questionei e respondi, quero o cabo porque o meu está ruim. Depois de responder eu pergunto novamente qual o valor do cabo e o mesmo me responde que não sabe que vai ver e depois me liga. Passado um dia sem o retorno, alguns amigos me indicam para ligar para a filha do mesmo, eu na hora ligo e respondo o mesmo questionário, pra que eu quero o cabo, quem sou eu…. e me diz que vai me retornar, eu espero e após 10 minutos recebo a ligação, sim eu tenho o cabo, de imediato eu falo ok quanto é, como posso pegar, e infelizmente escuto, não sei só com meu pai, o pai é o representante da moyes no Brasil, e infelizmente o único representante.

O esporte só sobrevive porque os praticantes são apaixonados e não é um “monopóliozinho” que vai fazer com que seus adeptos larguem o esporte, mas que dificulta, dificulta.

A minha opção é ir a uma fábrica de cabos, que me indicaram, mas não gostaria de voar com minha asa com um cabo não original de fábrica, ainda bem que pouso bem, imagine de seu quebrar um lide, um cross bar, será que tem fábrica paralela.

Se arrependimento matasse, eu tava morto, voava de aeros combat na qual o Carlinhos é o representante, sempre me deu peças sobressalentes para eu viajar, ainda hoje em tom de brincadeira me ofereceu um cabo pra eu botar na minha asa e eu respondi de pronto, to vendendo a Lite speed pra comprar outra Aeros que é uma asa difícil de vender, pois o representante não aceita a sua asa na hora da compra de outra nova.

Concluo que o que falta são as fábricas darem as representações por estado e não para todo o país, pois se o representante do Rio não atende bem eu procuro o de São Paulo e com a concorrência o serviço prestado ia melhorar, porém o voo livre de asa delta ainda caminha a passos curtos para a excelência do esporte.

postado por Paulo JPX 05/08/2011

Divulgação para o campeonato de Asa Delta em Brasília

Parece que as coisas estão melhorando, fiquei sabendo de fonte segura, que a emissora Rede TV e Rede Globo, vão cobrir o campeonato de brasileiro de asa delta, esta informação já interessou outros patrocinadores e é um excelente argumento para se conseguir  um patrocínio.

Agora espero que as provas sejam feitas com pilões passando pela esplanada, ao invés de passar por onde o Judas perdeu as botas, tais pilões não atraem ninguém e ainda dificulta o resgate de quem pousa por lá.

Não podemos parar agora, se as emissoras deste porte se interessaram, vamos facilitar o trabalho para os mesmos, para que tenham boas imagens e com isso venham cobrir outros eventos.

Postado por Paulo JPX 29/07/2011


Campeonato Brasileiro de voo livre – asa delta  – etapa  Brasília

Data: 21 a 27 de agosto.

Decolagem no Vale do Paranã – go  as 12:00hs  fica a 90 km de BSB, pousos na esplanada do Ministério, gramadão em frente a rodoviaria e ao lado da biblioteca Nacional de Brasília
todos os dias aparti das 15:00hs começando no dia 21/08/2011
EVENTOS:  2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Voo Livre, válida para o ranking FAI.

Campeonato Brasileiro de Voo Livre,

assista este video em HD no:

http://www.youtube.com/watch?v=uEKiub9BR6A

da uma idéia de como foi o campeonato no ano 2010!!

A Temporada de voo em Brasília ta chegando

Todo ano é a mesma emoção, agosto se aproxima e a adrenalina começa a subir, vou me lembrando daquela arvore a direita da decolagem balançando freneticamente, os dust aparecendo e gerando os gritos “SEGURA A ASA”.

Tudo começa ao acordar ou destruído pela viagem do Rio a Brasília ou destruído pelo dia de vôo anterior, olha para o céu e nem sinal de chuva, tudo seco, vai rolar prova, bem estamos aqui pra isso. Após o café o caminho até a rampa, mais ou menos uns cem kilometros  de estrada e alguns tolos pensamentos, “estamos saindo cedinho vou montar a asa lá na frente”, a parada no posto é clássica,”temos que comprar água, to precisando de pilha, não esquece de comprar créditos para o novo número de Brasília, compra uma coxinha pra mim…”.  Claro que as frases dependem da trip que você esta, deve existir aquele que tem tudo organizado no dia anterior e vai direto pra rampa, deve ser esses que quando eu chego “cedo” já estão lá montadinhos e descansando na sobra de suas asas.

Chegar à rampa e sair montando a asa, só se estiver muito atrasado, é necessário dar uma espreguiçada, encontrar aquele camarada que você não vê a um tempão, desde a última temporada em Brasília, por que para Brasília todo mundo consegue, uma vez escutei um piloto relatando que sua mulher estava reclamando que o mesmo ia pra Brasília e a resposta foi clássica, “Oh não se mete na religião dos outros, religião tem que respeitar”, é isso é a religião, o encontro, a confraternização de uma tribo, de uma galera é claro, sempre regada com muitas térmicas, muitas histórias, de uns 5 anos prá cá temos o prazer de escutar relatos impressionantes do Pedrão, o borracha fraca e se for uma zoação, não feche a cara não, se não entendeu esta parte é porque a muito tempo você não vai a Brasília, ta o maior borracha fraca.

Vamos ao que interessa, o vôo.Vou falar de um direto para esplanada, depois é só enxertar com uns pilões e fazer o goal . É claro que prefiro o dia que ta tudo formado, se possível o vento vindo da esquerda , normalmente vem da direita, sempre decolo e procuro ficar alto, e vou contra vento buscar a próxima, não peguei volto a remar na encosta, o importante é acreditar, porque vai bombar, lógico que tenho um pouso caso não bombe, se consigo pegar uma lá na frente e fico alto já cruzo o Gap , esta decisão não pode ser vou ou não vou , ai meu Deus , será que vai??? Esta tem que ser com atitude, vou cruzar aqui e vou pegar lá do outro lado, se não pegar  fico no rema ,rema de novo até pegar, porque vai bombar. Vou voando até a cachoeira de Itiquira, calma, neste momento tenha calma, se ganhar pouca altura e cruzar para traz com o vento de cauda te empurrando, você contará com a sorte para pegar outra ou você ta muito ligado no tempo do ciclo, eu não tenho essa manha toda, então encho a tanque, se possível vou até a base, dou uma entubadinha de leve e cruzo em direção a floresta, chego perto da floresta com altura para esperar outra ou investir , na esquerda, direita, ou até dentro da floresta, se  pegar  uma térmica neste ponto, pode mandar o resgate pra esplanada, claro as vezes merrecamos na portinha, mas faz parte do show. Ganhadasso depois da floresta é só administrar, pois os pousos são de fácil acesso, você começa a encontrar um monte de asas, que a 10 minutos atrás parecia que você estava voando sozinho, olha ali o fulano, karaca o beltrano ta vindo pegar a minha térmica, incrível que sem cartório,sem firma reconhecida e sem pagar nada tomamos posse da térmica , é o espírito desbravador do ser humano, as grandes conquistas territoriais de volta, agora uma conquista que gentilmente cedemos a um adversário, claro que se o mesmo não zoar o plantão, entrando na termal no sentido que seu dono determinou.

Gosto de passar em cima daquele estádio de futebol, se tiver bem alto o compeu avisa pode tirar que vai chegar, mas ainda ta longe e vou na cautela, a guerra eletrônica é o carimbo final e se não pegar mas tiver com uma altura e se for tarde, normalmente to atrasado, vou pro lago só pra vê se da pra eu atravessar, neste momento Deus fala, “pelo seu esforço vou te dar a última térmica do dia, capricha e bom pouso”, não desperdiço , otimizo ao máximo, o compeu fala que vou chegar com 100 mts e eu ignoro, com 200 e eu to nem aí, 300,400,700, e eu chego alto pra caraca na esplanada, lógico que acelerando tudo prá tirar aquele onda rsrsr.

O importante é botar as pernas pra fora do casulo, mexe-las bastante pra da uma circulada, comece com dedos, tornozelo, joelhos, pois pra tudo terminar bem temos que pousar bem, verifique a intensidade do vento, planeje seu pouso tentando fazê-lo de maneira  mais segura possível, afinal você agora é um pássaro.

Bons vôos e até Brasilia.

postato por Paulo JPX 06/07/2011


Etapa de Final Super Race Rio – Bocaina de Minas – Fase Final

Como a etapa de Bocaina de Minas foi dividida em duas etapas, e já que a primeira não rolou condições para a realização esta será decisiva, quem não foi na primeira etapa não esta em desvantagem. O evento acontecerá nos dias 9 e 10 de julho, quem já pagou a primeira etapa esta isento da taxa de inscrição.

O piloto Gilson Carvalho ficou fascinado com o pico, disse “Não rolou voo devido as condições, mas o lugar é show”, então com esta opinião de quem gosta de voar é só pegar a estrada e partir para a aventura, para maiores informações acesse o site do super race 2011.

Postado por Paulo JPX 05/07/2011

Obras no acesso a rampa de São Conrado

A mais de 1 mês começaram as obras na estrada que dá acesso a rampa de voo livre da Pedra Bonita, então quando pensar em voar em São Conrado, saiba que deverá ter um pouco de paciência. Para chegar a rampa você deverá ir até o mirante na estrada das canoas, pagar R$ 5,00 e pegar uma land rover, nela voce colocará seu equipamento, se setiver levando resgate para montar a asa pagará mais R$ 5,00, eu recomendo que você leve o resgate, pois a primeira land vai até o final da obra, aí você desce pega seu equipamento, e atravessa a obra a pé, embarca em outra land rover e aí sim vai até o último estacionamento, daí por diante o procedimento já é conhecido, sobe a ladeira de 20 metros e chega na rampa e bom voo, ufa já estou cansado só de narrar, o voo tem que valer a pena, pois depois de todo o trabalho se der uma merrecada……

Postado por Paulo JPX 04/07/2011

Desafio Rio x São Paulo de ASA DELTA.

Embora o campeão da etapa tenha sido o piloto paulista Sergio Galvas, o Rio foi o campeão da etapa, o carioca melhor classificado ficou em segundo lugar (Rodrigo Gerundio).

Depois desta etapa o Rio ganha de 5×1 dos Paulistas.

Esta competição acontece todo ano em Itamontes, uma cidade na divisa entre Rio e São Paulo e nesta época do ano acontece este desafio.

Postato por Paulo JPX(04/07/2011).


Venha voar de Asa Delta no Rio de Janeiro

Voe de Asa Delta

Faça seu voo de asa delta curtindo as melhores paisagens do Rio de Janeiro. Paulo JPX é um instrutor altamente capacitado para fazer do seu voo de asa delta uma experiência inesquecível. Confira na parte de vídeos, as pessoas que curtiram o voo livre com a JPVOO.