Buscar
  • jose paulo tavares

A CURA

A cura


Todos desejam o antídoto, a vacina, todos reclamam suas vidas, que muitas vezes eram amaldiçoadas, “ que raio de vida que só trabalho.trabalho,.....”, “agora querem me aposentar com 90 anos”...... e hoje paradoxalmente desejamos com todas as nossas forças voltar para nossas vidas.

Chega de ficar em casa, andando de um lado para o outro como um cachorro clamando por um momento de liberdade, um simples passeio….

Então queremos a cura rápida e sem efeitos colaterais, por favor….

Um momento, as crianças menores de 10 anos não são atingidas pelo inimigo, nem sentem sintomas. A partir de 11 anos é que realmente começamos a entender o mundo e como premio somos alvo de um vírus.Teríamos nós então que voltarmos a ingenuidade, mas voltar a ingenuidade para não se expor ao vírus, seria uma prova que não somos mais ingênuos.

O que a criança tem que não temos , alguns conhecedores do corpo humano diriam que eles têm uma frequência cardíaca acelerada, sim é certo, mas como não me permito entrar nesta seara onde não tenho conhecimento algum, prefiro acreditar que a criança não tem nenhuma espécie de conceito pré estabelecido, se serve para ela ela inclui em seu meio, pois a criança não brinca com a criança que não quer brincar, os desejos são respeitados, não há imposições, por outro lado não há restrições, se uma criança quiser brincar nenhuma outra a impedirá por quaisquer motivo, as vezes tem a interferência de um adulto, “não chega perto de fulaninha pois ela está com piolho”, para atrapalhar a pureza na troca, no relacionamento naqueles que ainda não estão infectados pelo vírus de ser gente grande.


0 visualização
Entre em contato com o JPX